terça-feira, 8 de novembro de 2016

COMPARTILHAMENTO DE SABERES DO CAMPO E DA CIDADE

No dia 15 de outubro de 2016, a Faculdade Municipal de Palhoça, principalmente as turmas de Pedagogia da 1ª, 3ª e 7ª fase realizaram uma saída de campo na busca de experiências e conceitos que colaborassem na proposta pedagógica do curso. O espaço escolhido foi a EEB Vinte e Cinco de Maio localizada no interior do município de Fraiburgo. Viajaram durante aproximadamente 07h00, até chegar à comunidade Faxinal do Domingues II, no Assentamento Vitória da Conquista, Fraiburgo-SC.
Depois de recepcionados os visitantes foram acolhidos no auditório e deram-se início aos trabalhos. A apresentação aconteceu em quatro momentos:

 a) História da Escola. A EEB Vinte e Cinco de Maio está localizada em área de assentamento (32 ha) e Professor Agnaldo Cordeiro comentou que a escola foi pensada como espaço de formação aos filhos de camponeses, no sentido de promover uma educação qualificada e profissional;
b) História do Assentamento na qual a escola está inserida: Seu Roque Pereira, membro da comunidade escolar expôs como se deu o início do movimento e consequentemente como tudo foi acontecendo até chegar os dias atuais.
c) Proposta pedagógica da unidade escolar: Professor Ariel Bonadiman relatou que o processo pedagógico ao mesmo tempo é um processo político, visando à transformação social e baseada fundamentalmente na justiça, na democracia e nos valores humanistas. A escola está voltada à implementação de um modelo de desenvolvimento rural capaz de suprir as reais necessidades e interesses do trabalhador camponês, buscando estabelecer novas relações de produção no campo e na cidade, apontando a cooperação como estratégia de organização e viabilidade social. A formação do curso está voltada aos princípios da Agroecologia.
d) Visitas as unidades didáticas e de experiências da escola: depois desse debate chegou a hora das visitas às experiências pedagógicas e didáticas: Siscal (Sistema de Suínos Criação ao Ar Livre), Horta Mandala, Minhocário, Bovinocultura, Cisterna, entre outros.
Esta troca de experiências ou saberes teve como objetivo da turma do curso de Pedagogia de Palhoça trabalhar um olhar antropológico para outra realidade. Isto é, sair do espaço urbano e conhecer a produção de existência do povo camponês, especificamente pessoas que passaram pelo processo de organização e luta pela terra, acampamento, estando assentadas em terra que antes era latifúndio e agora produz vida de centenas de famílias. Objetivou-se também entender na prática, como funciona uma escola do campo, o que os jovens realizam dentro desse espaço. As interligações desses elementos estão relacionadas à disciplina de Educação e Juventude (componente do curso), no desafio de entender e descontruir o pensamento de que o jovem é visto como problema social, porque na perspectiva de ambas as escolas, o jovem deve ser entendido como solução para a sociedade.
O grupo da Faculdade de Palhoça, veio formado por 36 pessoas ligadas ao curso de Pedagogia. Além das professoras Juliane Queiroz Odinino, Ivanir Maciel, Ana Claudia Taú, Maria Fernada Diogo vieram vinte e três estudantes, cinco acompanhantes e quatro crianças. A saída de estudo foi uma iniciativa dos alunos junto à disciplina de Ciências Sociais e Educação II e está ligado a projeto
integrador da 3ª fase do curso. O projeto resultará numa produção áudio visual construída a partir da documentação da visita a EEB Vinte e Cinco de Maio
A EEB Vinte e Cinco de Maio, além das pessoas acima citadas, também tiveram o apoio da Professora Alciana Cúnico, Arlete Bonadiman, Joseséia Pereira, Gibrail Cordeiro, Simone Rohden e estudantes do EMIEP (Ensino Médio Integrado a educação Profissional) Técnico em Agroecologia.
O resultado desse trabalho é a reflexão e a compreensão do papel da escola na formação da sociedade. Pensa-se que a escola tem a função de proporcionar aos sujeitos a condição de pensar, observar, refletir, experimentar e criar. Mas a escola que se forma e constrói ao nosso redor é mercantilista, capitalista, formadora de forças produtivas de trabalho para o mercado, para a indústria, para o ser humano que pensa que escola é para isso. Os nossos jovens precisam de espaços para pensar, mas o modelo de SISTEMA não deixa. Por isso os jovens estão morrendo. Jovens do campo e da cidade.
Coletivo de Educadores do Campo e da Cidade
Fraiburgo SC, out 2016









terça-feira, 1 de novembro de 2016

Catalogação de Plantas

Projeto catalogação de plantas no âmbito escolar, realizado  pela turma do   2º ano do Curso Técnico em Agroecologia. Atividade ministrada pela professora Dayane Pulceno durante as aulas de Biologia. 
    Os alunos  foram a campo fotografar  algumas plantas presente nos espaços   da Escola de Ensino Básica 25 de Maio, onde  conheceram  a diversidade  que a mesma  possui.
        Em seguida  foram  a sala  informatizada  para pesquisa  e catalogação  dos nomes  científicos  das plantas .
Objetivo: Conhecer  os nomes  populares  e científicos  de cada planta.










segunda-feira, 10 de outubro de 2016

Iº FESTIVAL ESTUDANTIL DA CANÇÃO NO MUNICÍPIO DE FRAIBURGO


ESTUDANTES CLASSIFICADOS PARA SEMI FINAL.





I FESTIVAL ESTUDANTIL DA CANÇÃO


Nos dias 28 e 29 de setembro de 2016, os estudantes da EEB Vinte e Cinco de Maio, Escola Municipal Nossa Senhora Aparecida e Escola Municipal 24 de Junho participaram do I festival Estudantil da Canção, organizado pelo Departamento de Cultura de Fraiburgo. Escreveram-se 42 estudantes para participar do Festival. No dia 28 aconteceu no auditório da EEB Vinte e Cinco de Maio, a primeira fase classificatória. Passaram para a segunda fase, 22 estudantes. O Festival apresenta  03 categoria: 1. Categoria Ensino Fundamental-Séries Inicias; 2. Categoria Ensino Fundamental – Séries Finais; 3.  Categoria Ensino Médio. Foram classificados 02 candidatos de cada categoria para a fase municipal. Segue abaixo, os estudantes classificados: 

ENSINO FUNDAMENTAL – SÉRIES INICIAS
1º Lugar: Ana Paula. Música: No dia em que sai de casa
2º Lugar: Maria e Graziele. Música: Conquistando o impossível

ENSINO FUNDAMENTAL – SÉRIES FINAIS
1º Lugar: Gabriele. Música:  Ainda
2º Lugar: Deividy e Ian. Música: Flor e o beija flor

ENSINO MÉDIO
1º Lugar: Ana Lia. Música: As portas vão se abrir
2º Lugar: João Marcos. Música: Flor e o Beija Flor

Todos os participantes receberam medalhas. Os classificados receberam medalhas mais prêmios. A fase decisiva acontece nos dias 10 e 11 de outubro na cidade de Fraiburgo. Boa sorte aos nossos talentosos estudantes!!!!


Agradecimentos: Departamento de Cultura de Fraiburgo, Professoras Angela, Jussara e Delair pela motivação e organização dos ensaios. A Profª Delair pela doação das medalhas, aos professores de todas as escolas participantes, as serventes, aos estudantes, a comunidade escolar e a todos que de alguma forma contribuíram para o bom andamento da atividade!!!


Estudantes classificados

Secretaria da Escola,  e estudante do Curso Técnico em Agroecologia.

Professoras de Educação Física e  Artes


Estudante do 9º ano e Assistente Técnico Pedagógico da Escola.

Daiane  diretora das Escolas Municipais, Jussara professora de Geografia  e Anita professora de séries iniciais. 

Professora de artes com estudantes da séries iniciais.

Professora de artes e professora de espanhõl com estudantes de serieis iniciais.

Professora de Espanhol


Professor e estudante de serieis iniciais.